Atividade Física

A equação da perda de peso: atividade física e nutrição Como o exercício influi nas reservas de gordura e qual a melhor forma de alimentar-se e hidratar-se Exercícios físicos fazem bem para o corpo e a mente. Constituem uma oportunidade de conectar-se consigo e ter mais disposição. Trazem vários benefícios: reforçam a musculatura e o sistema cardiovascular, contribuem para a perda ou manutenção de peso, melhoram a qualidade do sono e auxiliam na prevenção do diabetes, entre tantas coisas. Nosso peso se estabelece a partir de uma equação. Do total de energia que ingerimos, subtrai-se o gasto com o metabolismo que mantém o corpo funcionando e, depois, com atividades físicas. Normalmente, o que sobra dessa conta é armazenado como reserva energética em forma de gordura. Durante exercícios aeróbicos contínuos (corrida, caminhada, natação), o organismo usa primeiro a fonte mais fácil de energia: o açúcar que está no sangue, músculos e fígado. Somente depois de algum tempo ele passa a gastar a energia que está armazenada na forma de gordura. É por este motivo que é importante estabelecer um período mínimo de atividade física. Por sua vez, a prática anaeróbica (musculação, pilates), aumenta a massa muscular e o metabolismo, apesar de não queimar tanta gordura. Para uma perda e manutenção efetivas de peso, é recomendada a combinação destes dois tipos de atividade, acompanhadas por um educador físico. Ao contrário do que defende o senso comum com suas dietas restritivas, o organismo precisa dos três grandes grupos nutritivos para funcionar corretamente: carboidratos, proteínas e gorduras, nas proporções corretas para o seu objetivo (manter ou perder peso e ganhar massa magra). Até 30 minutos antes da prática física, é indicado o consumo de carboidratos de absorção rápida, presentes em algumas frutas, sucos e mel, por exemplo, já que facilitam o rendimento. Logo após a atividade física, é importante combinar um carboidrato de absorção rápida, para repor a reserva muscular com a ingestão de proteínas, para iniciar a reposição muscular. No caso da hidratação, a recomendação é individual, mas é importante tomar água até meia hora antes da atividade física e um copo a cada 20 minutos de exercício intenso. A melhor forma de garantir um equilíbrio nessa matemática da energia ingerida na alimentação e a que dispendemos no dia a dia é com acompanhamento profissional de um nutricionista.



© Todos os direitos reservados - Casa Suíça - Política de privacidade